Parque de Eventos Alphaville

Urbanismo
01-ALPHAVILLE-2
01ST071_PLANTA-GERAL

Localização Nova Lima, MG
Área 30 hectares
Ano
2006
Status Projeto

Autores Silvio Todeschi, Bruno Campos, Marcelo Fontes e Carlos Teixeira

Como forma de estruturar a ocupação da área, o projeto parte da malha urbana original de Belo Horizonte (plano de Aarão Reis dentro da avenida do Contorno), com quarteirões quadrados de 120 metros de lado e ruas de 20 metros de largura. Para uma melhor adaptação à topografia e para a definição de um caráter urbano menos rígido e mais orgânico, os quarteirões foram desenhados como círculos de 120 metros de diâmetro. A setorização dos programas como estacionamento, área de lazer, teatro, área para shows, etc. a partir de diversos critérios (área mínima necessária, proximidade e distância frente ao acesso principal, relação com o relevo, respeito à faixa de 30 metros ao longo do córrego existente, atenção ao talude natural perpendicular à BR-356, etc) fez alguns dos círculos se unirem, confirmando uma leitura atenta da topografia e deixando o contorno dos programas mais orgânicos (ver diagramas em anexo). Os espaços entre os círculos são importantes para que as áreas entre os programas não sejam interrompidas, possibilitando assim a formação de “espaços intersticiais” que permitem maior fluidez para os pedestres ao longo de todo o Parque.

O estacionamento atende a 4.800 carros e foi pulverizado em seis círculos (800 veículos por círculo). A área ocupada pelos mesmos é relativamente grande (total de 60.000 m²), mas outras atividades podem acontecer nesses círculos: quadras esportivas, área para aeromodelismo, pista de kart, áreas de lazer arborizadas, etc. (ver diagramas e planta em anexo). Ou seja, os círculos podem, todos os seis, funcionar como estacionamento durante eventos para grande público, mas também são parte das atividades que integram o Parque nos outros horários.

As manchas apresentam cinco programas: as duas maiores estão ao norte e destinam-se a um parque aquático (a nordeste) e uma área para shows ao ar livre (a noroeste, lindeira à BR-040). As outras três propõem um hotel resort (a leste), um local para festas e eventos, e um teatro para 1.500 pessoas. O percurso de pedestres entre esses programas e as áreas de estacionamento é marcado por praças circulares com áreas de estar e playgrounds.

Todo o complexo é unido por um grande parque de plantas forrageiras e árvores típicas da região (Cerrado e Mata Atlântica) como sibipirunas, manacás da serra, pau-ferros, barbatimões, etc., fazendo do Parque de Eventos também um parque ecológico entremeado por manchas de programas que procuram não interromper a continuidade das áreas verdes abertas. As praças circulares para pedestres (ver item 8 do diagrama em anexo) terão paisagismo e desenho urbano particularizados com espécies arbóreas de floração sazonal (ipês-amarelos, ipês-roxos, quaresmeiras, etc.).